top of page

Compartilhando experiências com a parceria FLOW no Canadá

Como parceiro internacional da rede FLOW – Food Learning and Growing, membros do CEDErva tiveram a oportunidade de visitar a cidade de Montreal, Canadá, para participar de uma oficina de treinamento e compartilhamento. O objetivo do FLOW é de apoiar, acompanhar e comunicar sobre sistemas alimentares regionais sustentáveis e resilientes por meio de uma ampla rede internacional de pesquisadores de sistemas alimentares, profissionais e parceiros comunitários.


A oficina intensiva, que aconteceu entre os dias 14 e 17 de maio de 2024, foi organizada pela Universidade de Dawson College em Montreal, junto com o Centro Laurier para Sistemas Alimentares Sustentáveis, da Universidade Wilfrid Laurier. 


Quatro membros do CEDErva participaram na oficina, incluindo a Presidente, Evelyn Nimmo, a professora Alessandra Izabel de Carvalho, da UEPG, o pesquisador de Embrapa Florestas, André Lacerda, e a técnica do projeto FLOW, Ana Paula Wenglarek. Ao longo da oficina, a equipe teve a oportunidade de conhecer melhor as atividades e pesquisas que estão sendo desenvolvidas pelas outras parceiras regionais da rede, incluindo os trabalhos com agricultores de cítricos agroecológicos de México, e os sistemas de produção tradicional e orgânico do Quênia, entre vários outros. Além das discussões metodológicas e operacionais, os participantes conseguiram conhecer várias iniciativas locais que apoiam e fortalecem os sistemas urbanos de alimentação na cidade de Montreal. 


Segundo André, o que o impressionou foi o ambiente aberto, democrático e de amizade entre os parceiros. Ele se sentiu acolhido, como parte de uma família de profissionais com desafios e lutas em comum. Para Alessandra, o encontro dos grupos FLOW em Montreal foi muito especial. Além da oportunidade de conhecer os colegas dos outros países e o trabalho que cada grupo está desenvolvendo, ela relatou que foi um momento de criar/estreitar laços acadêmicos e afetivos. Segundo ela, “a troca de experiências foi muito rica, sobretudo porque muitos de nós ainda temos muitas dúvidas sobre como fazer aquilo que pretendemos, e saber que temos uma grande equipe de apoio mútuo é acalentador e, ao mesmo tempo, estimulante. O cuidado e esmero da equipe que nos recebeu merece destaque e muitos agradecimentos, pois de fato nos proporcionaram uma semana plena: de debates intensos, de saídas de campo inspiradoras, de refeições deliciosas e tudo envolto em uma grande alegria por enfim estarmos todos juntos presencialmente.”


Ana Paula também achou que foi muito interessante conhecer essas diferentes realidades, as experiências locais, pois, para ela, foi possível refletir sobre as próprias experiências e como nossos desafios podem ser superados quando comparados a realidades que apresentam desafios ainda maiores. A Evelyn também saiu da reunião renovada, com novas ideias, conexões e amigos. 


A oficina foi um momento importante na construção desse projeto, para alinhar as expectativas de todos os parceiros, refinar a metodologia a ser usada nas regiões e comunidades envolvidas e planejar a implementação das ações e atividades. Nos próximos meses, nosso trabalho será de desenvolver indicadores e narrativas a partir de colaborações com os agricultores e comunidades para entender os impactos dos sistemas tradicionais de erva-mate em fatores sociais, ambientais e econômicos. O objetivo é apoiar a construção de um sistema alimentar cada vez mais justo, equitativo, ecológico e circular.


Para mais informações, veja o novo site que foi lançado ao longo do evento: https://flowpartnership.org/


Você pode, também, escutar um podcast relatando as experiências de vários participantes da reunião, clique aqui.


Fotos: Equipe CEDErva.

Comentarios


bottom of page