1° Oficina Regional do Projeto SIPAM para sistemas tradicionais de erva-mate

O CEDErva participou, em parceria com a Associação dos Grupos de Agricultores Ecológicos São Francisco de Assis e a prefeitura de Rio Azul, na última quinta-feira, 14 de abril, da 1ª Oficina Regional do Projeto SIPAM "Sistemas Tradicionais e Agroecológicos de Erva-mate na Floresta com Araucária", no Arroio Grande, município de Irati. A Oficina teve como objetivo promover o encontro e partilhar ações coletivas entre a comunidade SIPAM, composta pelas famílias agricultoras cadastradas, equipe de técnicos e pesquisadores, associações e instituições parceiras no projeto. Além da apresentação do projeto e discussões, houve também o cadastramento de famílias no projeto SIPAM.


O reconhecimento internacional é concedido pela FAO no âmbito do programa Sistemas Importantes do Patrimônio Agrícola Mundial (SIPAM), coordenado por esta agência da ONU. São modelos exemplares que aliam a produção agrícola à manutenção de conhecimentos agrícolas originários, valorização social, saberes e técnicas populares, bem como auxiliam na preservação cultural e da biodiversidade.


O evento


Em rodas de conversas, Evelyn Nimmo, CEDErva, e André Lacerda, Embrapa Florestas, apresentaram os projetos desenvolvidos pelo Observatório dos Sistemas Tradicionais Agroecológicos de Erva-mate, que lidera a mobilização para a candidatura ao SIPAM, lançado em 2021, iniciativa que reúne mais de 20 instituições, como sindicatos de trabalhadores rurais, prefeituras, centros de pesquisa, universidades e organizações do Terceiro Setor.


A 1ª Oficina Regional do Projeto SIPAM procurou discutir ainda as ações e dinâmicas a serem desenvolvidas pelo projeto nos próximos anos, considerando que no desenvolvimento de uma candidatura para o reconhecimento de um sistema agrícola como um SIPAM se estabelece um programa de longo prazo, chamado Plano de Ação de Conservação Dinâmica, que visa apoiar esses sistemas e aumentar os benefícios globais, nacionais e locais derivados de sua conservação dinâmica e gestão sustentável. Em diálogo com as famílias cadastradas, a equipe pôde identificar as demandas e desafios dos agricultores em relação a manutenção dos sistemas tradicionais de erva-mate, bem como suas dúvidas e anseios em relação ao projeto SIPAM.


No período da tarde, o evento realizou visitas às propriedades parceiras de Antônio Barbosa e João de Paula, ocasião em que os participantes puderam trocar experiências e compartilhar conhecimentos sobre os sistemas tradicionais e agroecológicos de erva-mate.


Para saber mais sobre a candidatura, clique aqui.


Fotos: Brenda Rotter /Equipe CEDErva .